2013 - Das maravilhas do mar, fez-se o esplendor de uma noite

Desfile
3ª escola a desfilar | 09/02/13 | Passarela do Samba
Resultado
16ª colocada no Série A (LIERJ) com 295,8 pontos

FICHA TÉCNICA

Presidente
Nésio Nascimento
Direção de Carnaval
Samuel Gasman

Autor do Enredo

Viriato Ferreira (Adaptação Samuel Gasman e Orlando Júnior)

Carnavalesco

Orlando Júnior
Direção de Harmonia
Leandro Germano
Direção de Bateria
Mestre Léo Capoeira
Rainha de Bateria
Raphaella Nascimento
1º casal de mestre-sala e porta-bandeira
Natália Pereira e Diego Nascimento

2º casal de mestre-sala e porta-bandeira

Joana Falcão e Thuan Mateus

Responsável pela comissão de frente
Breno de Souza

Componentes

2.100

Alegorias

04

Alas

18

 

SINOPSE DO ENREDO

Os oceanos cobrem boa parte do nosso globo terrestre, a riqueza de sua flora e fauna são predominantes e bem substancial para os nossos olhos de contemplador, além deste ponto os oceanos, mares nos trazem nosso alimento, fabulosas quantidades de peixes, mariscos, ostras, camarões entre outros,  transformam os oceanos no futuro celeiro da humanidade, as algas de valor nutritivo que são utilizadas por vários países preferencialmente os orientais se destacando o Japão. 


Existem também os mamíferos cujo o maior representante é a baleia azul, habitando entre diversos tipos que também nos fornecem insumos para o ser humano. Iremos retratar que neste mundo aquático temos formas distintas de produção de energia, entre elas reservas de bacias petrolíferas, desenvolvendo a consciência que deste equilíbrio ecológico, no qual depende a vida da humanidade, no futuro toda a exploração deste mundo aquático será feitas de modo racional, pois entendemos o papel da natureza de forma pródiga mas não inesgotável.


O Mar amigo do homem a tantos milênios somente agora esta sendo compreendido na sua inigualável importância, torna-se  patente a necessidade de conservá-lo e não somente explorá-lo.  O G.R.E.S. Tradição vem mostrar as maravilhas do mar que devem ser preservadas.


Vivemos com várias espécies de seres marinhos ao redor do mundo, tartarugas marinhas, cavalos marinhos, peixe borboleta, peixes coloridos, tubarões,  peixe-leão, arraias, baiacu, baleias, peixe palhaço, moréias, lesmas, polvos, lagostas, golfinhos e tantos outros.


Os Corais apesar de parecerem plantas são animais marinhos pertencentes a mesma famílias das anêmonas e garrafas azuis, águas vivas, seres luminosos, estrela do mar, lula, beluga, manati, parente marinho do peixe-boi, lontras marinhas e varias outras espécies que compõem as maravilhas do mar, ou seja nossos seres marinhos.


A mitologia de vários povos possui personagens fantásticos, algumas dessas criaturas se tornaram lendas, ficam mundialmente conhecidas até o dia de hoje, não foram esquecidas, surgiram de acordo com as histórias religiões e heróis de cada povo que desafiaram o tempo devido ao seu grande significado histórico. 


Os povos antigos enxergavam vida em quase tudo em que o cercavam e buscavam explicações para tudo. A imaginação fértil desses povos criaram personagens e figuras mitológicas das mais diversas, titãs, heróis, deuses e ninfas que habitavam o mundo material influenciando em sua vida, bastando ler os sinais da natureza para conseguir atingir o seu objetivo.


Agradar uma divindade era uma condição fundamental para atingir bons resultados na vida material. Um trabalhador do comercio, por exemplo, deveria deixar o deus Hermes sempre satisfeito para conseguir bons resultados em seus trabalhos. 


Netuno os deus dos mares é um dos três irmãos que quando dividiu o reino de seu pai saturno, coube a ele os mares, o universo insondável, desta forma o caminho de Netuno nunca é linear ao contrario e curvo e tortuoso, como o vai vem das mares, por isso nunca sabemos o quanto andamos e se estamos na direção certa.  


Onde temos Netuno no nosso mapa astral ou por onde ele transita tendemos a viver fantasia e ilusão de um mundo perfeito, onde somos todos bons e gentis apenas nos esquecendo de que somos todos seres humanos falíveis e limitados, aliais limite é algo que Netuno não quer nem ouvir falar. 


O GRES Tradição também espera se banhar de netuno e esquecer os limites reais de nosso plano para transbordar nesta avenida iluminada todas as maravilhas do mar, inebriando os espectadores com a grande realeza marinha. 


Não só a mitologia mas entre diversos povos, também cultuavam os preceitos de oferendas para seus deuses. Dona Janaina – Rainha do Mar, a princesa do mar, princesa de Aiucá, Iemanjá é amada é cultuada pelos baianos, é a mãe das águas de origem Iorubana, sereias mulheres com metade do corpo de peixe atraiam os marinheiros com seus cantos atraentes.  


Vou jogar minhas flores e minhas oferendas ao mar para saudar meus orixás, inicialmente existentes na África negra, que foram trazidas ao Brasil em inúmeras galés e vivem no Brasil através de Iemanjá onde podemos cultuar e viajar no esplendor de uma noite.

 

SAMBA DE ENREDO

compositores
David Correa e Jorge Macedo
intérprete
Marquinhos Silva

Deixa-me encantar

Com tudo teu

E revelar, lalaiá lá

O que vai acontecer

Nesta noite de esplendor

O mar subiu na linha do horizonte

Desaguando como fonte

Ao vento a ilusão teceu

O mar (oi, o mar)

Por onde andei mareou (mareou)

Rolou na dança das ondas

No verso do cantador


Dança quem tá na roda

Roda de brincar                        

Prosa na boca do vento

E vem marear


Eis o cortejo irreal

Com as maravilhas do mar

Fazendo o meu carnaval

É a vida a brincar

A luz raiou pra clarear a poesia

Num sentimento que desperta na folia (amor, amor)

Amor sorria, ô ô ô

Um novo dia despertou


E lá vou eu

Pela imensidão do mar                                         

Essa onda que borda a avenida de espuma

Me arrasta a sambar

 
 
 
 

©2020 por GRES TRADIÇAO