2015 - Nhá Chica: a beata negra e guerreira do Brasil!

Desfile
13ª escola a desfilar | 17/02/15 | Estrada Intendente Magalhães
Resultado
4a Colocada do Grupo B (LIERJ) com 298,9 pontos

FICHA TÉCNICA

Presidente
Nésio Nascimento
Direção de Carnaval
Samuel Gasman, John Michael

Autor do Enredo

Leandro Valente

Carnavalesco

Leandro Valente
Direção de Harmonia
Alfredo Dias
Direção de Bateria
Mestre Léo Capoeira
Rainha de Bateria
Raphaela Nascimento
1º casal de mestre-sala e porta-bandeira
Joana Falcão e Thuan Matheus
Responsável pela comissão de frente
Breno de Souza

Componentes

450

Alegorias

01 e 01 Tripé

Alas 

09

 

SINOPSE DO ENREDO

Nasci Francisca, negra, mineira, filha de escrava estuprada por seu senhor
Mas querida por Deus, que em nenhum momento me desamparou
De linhagem nobre africana, nunca me importei com beleza ou riqueza
Mesmo após minha alforria, procurei viver na pobreza

Aos dez anos, perdi minha mamãe
A dor foi uma espada que furou meu coração
Desde então, fui adotada por Nossa Senhora da Conceição
Sempre do meu lado, a mãe santa me fez decidir

Que era pelos pobres que eu deveria viver e pedir
Ganhei fama entre meu povo de São João Del Rei
A Francisca virou Nhá Chica
Aquela que nunca desiste
A mulher negra, devota e alforriada que a todos assiste

Venci a barreira da dor e do preconceito
Enfrentei invejas e desconfianças
Teimosa, pedi e juntei por três décadas
Construí a tão sonhada capela para minha mãe do céu

Mostrei a todos o valor de ser fiel
Deixei a vida cedo para ganhar a eternidade
Mas sempre rogo a Deus por todos que pedem por pão
Agora Beata e futura santa, sou enredo da Tradição

 

SAMBA DE ENREDO

compositores
Alex Alves, Thiago Souza, Rômulo Couto, Leozinho Nunes e Victor Alves
intérprete
Marquinhos Silva

Avante condor
Viaja nessa história de superação
Vai Francisca guerreira
Iluminada pela luz do criador
Na África
Ressoa o tambor
A nobreza de uma raça
“Minha Sinhá”
Aliança de fé, esperança e amor
Livre pra seguir seu coração
Expressando a sua devoção

Divina missão
O ideal que fez valer em sua vida
Pedir em oração por todos irmãos
O sagrado pão que os sacia


As barreiras ruíram em seu caminhar
Reluzia a pureza, divino poder...
Seduziu da realeza ao mais pobre ser
Capela dos sonhos surgiu
Determinada a beata negra do Brasil
Deixou no ar o aroma de rosas
Que perfuma o meu carnaval
É a tradição o jardim dessa flor imortal

Com as bênçãos de Nhá Chica
Com garra e alegria
Defendo as cores do meu pavilhão
Unidos na luta, buscando a vitória

Isto sim é Tradição!

 
 
 
 
 

©2020 por GRES TRADIÇAO